A comovente história dos estúdios Hebert Richers

HerbertRichers
Moby-click-apresentacoes

Quem assistiu TV nos últimos 50 anos, certamente ouviu incontáveis vezes a expressão “Versão Brasileira: Herbert Richers”, no começo de cada desenho, série ou filme.

A Herbert Richers S.A. foi um estúdio de dublagem e legendagem localizado na cidade do Rio de Janeiro fundado pelo empresário Herbert Richers. Foi um dos primeiros estúdios desse tipo no Brasil. Em seus tempos áureos, chegava a dublar uma média de 150 horas de filmes por mês, o que correspondia a um total de 90% dos filmes veiculados nas salas de cinema do país.

Herbert era amigo pessoal de Walt Disney, que vinha ao Brasil muitas vezes na década de 1950. Em um desses encontros Walt Disney propôs a Herbert que usasse seu estúdio (que alem de perito em produções de filmes também entendia muito de sonoplastia, um serviço que era necessário à parte na época para os filmes) para dublar seus longas metragens e desenhos, e Herbert aceitou a idéia. Com isso inicia o trabalho de dublagem daquele que se tornaria o maior estúdio de dublagem do país.

Em 60 anos de funcionamento, o estúdio foi responsável pela produção de 80 filmes e ainda lançou o Renato Aragão no cinema. Também pela tradução de mais de 4 mil produtos, entre eles séries, filmes e novelas.

Para se ter uma ideia, na década de 70, a empresa tinha mais funcionários na folha de pagamento do que a TV Globo. E esse foi um dos grandes problemas anos mais tarde. Porque em 2003 quando, por meio de um acordo trabalhista, os dubladores passaram a poder gravar em outros estúdios, sem vínculo empregatício. A partir dali, várias outras empresas de dublagem começaram a surgir no mercado, oferecendo serviços a preços bem mais baixos. O lucro do estúdio começou a cair em razão inversa aos gastos para manter a folha de pagamento dos cerca de 300 funcionários, todos com carteira assinada.

Em 2012, após 3 anos do falecimento de Herbet Richers, foi decretado falência dos estúdios, que já acumulava uma dívida trabalhista em R$8 milhões, sendo que o seu patrimônio estava avaliado em pouco mais de R$3 milhões. E para piorar a situação, no mesmo ano, o prédio que guardava quase todo o acervo original dos estúdios, foi atingido por um incêndio queimando tudo que tinha pela frente. Um triste fim para um estúdio, considerado um dos melhores do mundo, que fez a diferença no mercado nacional.

Era uma vez uma “versão brasileira”.

Comentários

Ronnie Magalhães

Pós-graduando em Empreendedorismo e Novos Negócios pela Business School São Paulo. Bacharel em Publicidade e Propaganda pela Universidade Anhembi Morumbi, com especialização em E-commerce e Projetos Web.

Possui conhecimentos e habilidades em planejamento e desenvolvimento de planos de comunicação, estratégias de relacionamento e gestão de canais em mídias sociais, gerência e controle de campanhas, análise e mensuração de resultados. Experiência na integração de projetos com Analytics, Search Engine Marketing, Search Engine Optimization. Certificado Google Advertising Professional.

Comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Newsletter Eu Herói- Cadastre-se

Parceiros

  • Banner-Moby-Click-Apresentacoes.jpg
  • Publicidade-Google-Adwords.jpg
  • Banner-QualificaSP-Curso-Empreendedorismo.png