O que eu preciso saber sobre Audiência

target-audiencia
Moby-click-apresentacoes

Audiência tem sido um assunto cada vez mais presente nas reuniões que envolvem estratégias de marketing de uma empresa. Mas como descobrir onde está essa audiência? Como medir o sucesso de uma ação online? O que vale mais, quantidade ou qualidade? Até que ponto vale a pena atrair massas de consumidores? E qual é a estratégia mais indicado para trazer resultados positivos?

Questões como essas são fundamentais para pensar e repensar os verdadeiros objetivos de marketing, como expandir a presença online, melhorar o posicionamento (a forma como sua marca é lembrada pelo consumidor), aumentar vendas, lançar um produto e por aí vai. Claro, sem deixar de lado um fator importantíssimo para toda empresa – obter lucro, salvo as exceções como instituições filantrópicas, ONGs  e empresas sem fim lucrativos.

Então vamos lá

A primeira coisa que você tem que ter em mente é:

“Se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve.” – disse uma vez o sábio coelhinho apressado em Alice no país das maravilhas.

Ora bolas, traduzindo isso para o mundo dos negócios, eu preciso ter muito claro qual é o produto ou serviço que eu vou oferecer e definir exatamente qual será o público-alvo. Isso com certeza irá reduzir consideravelmente os gastos desnecessário. De certo, definir o público-alvo é uma das coisas mais importantes em meio às tarefas de um negócio, que pretende ter sucesso, deve realizar. Talvez, por ser algo tão cobrado e que carrega tanta responsabilidade, torna-se uma das maiores dificuldades de um empreendedor.

Por exemplo, a Lomography, empresa que atua no nicho de fotografia analógica, resgata sensações de cuidado, valor, curiosidade sobre o processo analógico e de quebra agrega valor intelectual. Objetivo – Ela deseja desesperadamente aumentar o seu faturamento em 30%. Pois bem, a partir dessa explicação você deve estar pensando, se é fotografia analógica, então o target dessa marca deve ser pessoas com mais de 30 anos classe B que faz questão de manter a tradição. Hmmm, muito bem, você está certíssimo…sqn. Sinto-lhe informar que “fomos surpreendidos novamente” – a Lomo (assim chamado pelos mais íntimos) tem como target:

  • Jovens entre 14 e 27
  • Classes A/B
  • Gostam de fotografia, arte e design
  • Se interessam por atividades que envolvem criatividade
  • Estão constantemente conectados à internet e redes sociais
  • Se interessam pelo alternativo (cult)

Ué, cade a parte do tradicional, do apego ao passado?

Meu caro, minha cara… Se a Lomo fosse por esse caminho, muito provavelmente não teria sucesso, por isso ter o target muito bem definido ajuda na direção das vendas, na diminuição do tempo ocioso e na acertada divulgação. Fica fácil tomar decisões no momento de desenvolver as estratégias de qualquer campanha que envolva a marca. Capisce?!

Você conseguiria responder quem é o público-alvo do seu negócio?

Não?! Você só pode estar de brincadeira 06. Você quer acabar com a verba da sua empresa? Você quer ver todo mundo na rua?

Vamos combinar uma coisa, você não vai passar mais nenhum dia ser ajustar essa parte, certo?! Sejamos sinceros, pare de gastar dinheiro com quem não vai comprar de você. Lembre-se que não há segundas chances para causar a primeira impressão. Abaixo listo alguns pontos que podem ajudar nesta tarefa.

A segmentação leva em conta questões como:

  • Características sociais, demográficas (idade, sexo, renda, nível de escolaridade…)
  • Comportamento de consumo (desejos, hábitos, preferências e estilo de vida)
  • Comportamento específico no que tange ao seu mercado
  • Como se relaciona com as marcas
  • Que papel possui no ciclo de compra na maioria das vezes

Investir em massa passou a ser uma opção muito cara hoje em dia, sendo assim, não dá mais para ignorar o fato de que investir em audiência qualificada é bem mais eficiente do que tentar atrais massas de consumidores.

Ok, já entendi a importância de segmentar, mas como eu investo em uma audiência qualificada?

Simples, com Marketing de Conteúdo, um formato acessível e eficiente para todos os tipos de negócio. Independente do formato escolhido – texto, foto ou vídeo -, o mais importante é produzir um material que fale exatamente para o público que você acabou de definir. Tutorias e conteúdos como e-books, planilhas, artigos, estudos, dicas, ferramentas são ótimas iscas que podem resolver determinada dor do consumidor., além do baixo custo.

Por que online?

Porque medir a eficiência de uma campanha online é mais simples do que parece. Ok, talvez não tão simples assim, mas existe uma vantagem enorme em relação à campanhas focadas em mídias tradicionais, como TV, rádio, Cinema, Jornal e Outdoors, a mensuração dos resultados acontecem praticamente em tempo real. Ou seja, se a campanha não está dando resultado existe a possibilidade de corrigi-las num espaço curtíssimo de tempo.

Toda ação digital precisa nascer com uma estratégia de retorno bem definida. Não adianta buscar audiência a qualquer custo. É preciso definir quais são as métricas mais importantes, para a equipe de marketing planejar o contexto em que a marca vai aparecer.

Se a estratégia é alcançar um público jovem, um vídeo de humor tem o potencial de atingir milhões de visualizações, uma ótima estratégia para marcar presença entre o público-jovem. Mas é preciso ficar atento em um indicador muito importante de conversão, que é o índice de engajamento que precisa ser tão bom quanto a viralização.

Para medir o sucesso de uma campanha online vai depender do canal analisado. Páginas de e-commerce, são orientadas por métricas de aumento de vendas. É possível rastrear o comportamento do consumidor dentro da loja virtual e melhorar cada vez mais a experiência do usuário dentro do site, para evitar essa fuga no momento mais importante, o carrinho.

No caso de redes sociais os indicadores podem ser, número de seguidores, curtidas, compartilhamentos e comentários.

Para sites, o número de visitas, um contato através do formulário, cadastro, captura de e-mail e o tempo de interação que o usuário teve com o site. O importante é manter a audiência dentro do funil de vendas.

Espero, sinceramente, que este artigo tenha ajudado você de alguma forma.

Comentários

Ronnie Magalhães

Pós-graduando em Empreendedorismo e Novos Negócios pela Business School São Paulo. Bacharel em Publicidade e Propaganda pela Universidade Anhembi Morumbi, com especialização em E-commerce e Projetos Web.

Possui conhecimentos e habilidades em planejamento e desenvolvimento de planos de comunicação, estratégias de relacionamento e gestão de canais em mídias sociais, gerência e controle de campanhas, análise e mensuração de resultados. Experiência na integração de projetos com Analytics, Search Engine Marketing, Search Engine Optimization. Certificado Google Advertising Professional.

Comentários

Clique aqui para comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Newsletter Eu Herói- Cadastre-se

Parceiros

  • Banner-Moby-Click-Apresentacoes.jpg
  • Publicidade-Google-Adwords.jpg
  • Banner-QualificaSP-Curso-Empreendedorismo.png